Menu fechado

Como Funciona PIX Para Pessoa Jurídica

O PIX beneficia todos os negócios, sejam produtores, varejistas e prestadores de serviço. Por se tratar de uma transferência eletrônica simultânea, o PIX é uma adaptabilidade das Finanças ao mundo atual, já que os comércios possuem um ritmo bastante acelerado.

Não há janela de horário para receber um pagamento, não há custos por disponibilizar o meio de pagamento a mais e o PIX é facilmente integrado via API com um software de automação. Portanto, essa é uma ferramenta que otimiza a conciliação do fluxo financeiro.

O PIX possui o mesmo efeito prático do valor em espécie e por se tratar de um modelo sem intermediários, sua aceitação é bem maior, pois as plataformas centrais são geridas pelo banco central.

Com a confirmação do pagamento em tempo real, fica mais fácil para o comércio otimizar seus fluxos quanto à gestão de estoque e logística. Além disso, o PIX é uma ferramenta que também facilita a gestão financeira para as pessoas físicas. Por isso, é uma comodidade ao cliente.

Recebimento por chave ou por QR Code nos estabelecimentos

É possível receber o PIX por chave previamente cadastrada ou ainda pelo QR Code, que é uma modalidade de pagamento que cresce exponencialmente por conta das carteiras digitais, pois já disponibilizam essa opção mesmo antes da chegada do PIX no Brasil.

É possível que o comércio disponibilize o QR Code para ficar visualmente ao alcance do cliente. Dessa forma, basta o cliente escolher a opção de pagar pelo PIX e colocar o seu celular para ler o QR Code do comércio.

Assim, o pagamento é feito na mesma hora em qualquer estabelecimento, essa modalidade é bastante usada por restaurantes, por exemplo. Além disso, é possível gerar um QR code por compra. Por isso, o PIX é uma ferramenta adaptável.

O comércio pode disponibilizar ao cliente apenas o CNPJ ou o telefone. Sendo assim, é uma opção interessante principalmente para quem atua de forma delivery. Pois, ao colocar como chave PIX o mesmo telefone pelo qual o cliente solicita o pedido, facilita as informações.

Cobranças do PIX para Pessoas Jurídicas

No site do Banco Central do Brasil na regulamentação do PIX não há uma informação oficial sobre a cobrança do PIX para PJ. Porém, há várias informações não oficiais sobre essa cobrança do PIX.

Estipulando que poderá ser cobrado até R$ 10 para clientes PJ das instituições que já cobravam taxas, como o Itaú, BB, Bradesco e Santander.

No entanto, os bancos digitais , ou seja, as fintechs continuarão com a gratuidade, já que já não cobravam por esse tipo de serviço. Inclusive, vários bancos digitais reforçam em seus sites essa gratuidade total para PJ e PF.

Publicado em:Credito Financeiro,Informações Gerais

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *